Brasília, 18 de Novembro de 2017
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV CâĘmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

LAVA JATO
"Gleisi foi uma das mais beneficiadas", diz Janot 06.09.2017
Divulgação
Gleisi contesta den√ļncia

Brasília - A senadora paranaense Gleisi Hofmann (PT-PR) foi “uma das mais beneficiadas nos esquemas ilícitos mantidos pela organização criminosa na Petrobras, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e junto à Odebrecht e à J&F”, afirmou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na denúncia feita ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (6).

O procurador-geral da República acusa a ex-presidenta Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula, os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci, além da senadora e do ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela, de formaram uma organização criminosa no Partido dos Trabalhadores para receber propina desviada da Petrobras durante as investigações da Operação Lava Jato.
 
De acordo com o procurador, a senadora teria recebido cerca de R$ 15 milhões em recursos "ilícitos" para as campanhas de 2008, para a prefeitura de Curitiba, 2010, quando foi eleita senadora, e 2014, na disputa pelo governo do Paraná. Em nenhuma das campanhas há registro de doações da Odebrecht nas declarações feitas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
Segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), na disputa pela prefeitura de Curitiba, em 2008, Gleisi teria recebido R$ 150 mil da Odebrecht. Já na campanha de 2010, quando Gleisi foi eleita senadora, ela teria recebido R$ 1 milhão da Petrobras, além de R$ 300 mil da Odebrecht. Para a campanha ao governo do Paraná, em 2014, a doação chegaria a R$ 13,5 milhões; R$ 3,5 milhões da Odebrecht e R$ 10 milhões da JBS.
 
Defesa
 
Em nota à imprensa, a senadora Gleisi Hofmann negou as acusações. "Tomei conhecimento da denúncia ao mesmo tempo em que foi divulgada à imprensa. É uma denúncia sem qualquer fundamento. Busca criminalizar a política e o Partido dos Trabalhadores no mesmo momento em que malas de dinheiro são descobertas e membro do Ministério Público é envolvido em denúncias".

Com agências


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTE√öDO RELACIONADO

18-11-2017 Juízes questionam no STF liberação de Picciani e mais dois
16-11-2017 TRF2 decide pela pris√£o de Picciani e mais 2 deputados
16-11-2017 TRF2 julga hoje pedido de pris√£o de Picciani e mais 2 deputados
14-11-2017 MPF acusa Picciani de receber R$ 83 milh√Ķes
14-11-2017 Condenado e solto, Dirceu dança nas barbas da Justiça
12-11-2017 Políticos articulam projetos para barrar combate à corrupção
VEJA MAIS

18-11-2017 Deu "um branco"...
18-11-2017 Processo lento
18-11-2017 Juízes questionam no STF liberação de Picciani e mais dois
18-11-2017 Justiça do DF condena Renan Calheiros à perda do mandato
17-11-2017 Quase 27 milh√Ķes de pessoas est√£o sem trabalho no Pa√≠s

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152