Brasília, 18 de Novembro de 2017
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV CâĘmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

LAVA JATO
Janot e advogado de Joesley se re√ļnem em bar em Bras√≠lia 10.09.2017
Reprodução
Janot e Pierpaolo tomam cerveja

Brasília - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se encontrou com o advogado do empresário Joesley Batista, Pierpaolo Bottini, em um bar em Brasília neste sábado. No local, os dois dividiram uma mesa, como mostra foto obtida pelo site O Antagonista. O encontro ocorreu um dia depois do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter expedido o mandado de prisão contra Joesley e o executivo do grupo J&F, Ricardo Saud.

Tanto Janot quanto Bottini confirmaram terem estado juntos no bar, mas sustentarma que o encontro foi casual. Em nota, o procurador-geral da República disse ser cliente do estabelecimento: "Acerca da nota publicada pelo site O Antagonista, a Procuradoria-Geral da República esclarece que o procurador-geral da República frequenta o local rotineiramente. Não foi tratado qualquer assunto de natureza profissional, apenas amenidades que a boa educação e cordialidade prezam entre duas pessoas que se conhecem por atuarem na área jurídica”.

Pierpaolo Bottini afirmou que o encontrou foi "casual" em um local público em Brasília, mas não quis informar o endereço do bar. Segundo ele, os dois não conversaram sobre "temas jurídicos". O advogado afirmou que o encontro não foi "marcado" nem "agendado" e que não falaria mais sobre o assunto, já que havia emitido nota ao site Antagonista com o mesmo teor.

"Foi um encontro casual, não conversamos sobre temas jurídicos. Então não vou mais fazer declarações", disse.

Já havia sido considerada incomum a demora para que a Polícia Federal cumprisse a ordem de prisão contra os executivos do grupo J&F. Na avaliação de uma fonte no STF, a história estava "nebulosa" porque, afinal, não é comum uma ordem de prisão da corte levar tanto tempo para ser cumprida. A divulgação de notícias sobre o encontro entre Janot e o advogado de Joesley Batista causou estranheza entre ministros do STF. Na interpretação de fontes na corte, os dois estavam tratando das condições para os dois delatores se entregarem.

Com agências 



ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTE√öDO RELACIONADO

18-11-2017 Juízes questionam no STF liberação de Picciani e mais dois
16-11-2017 TRF2 decide pela pris√£o de Picciani e mais 2 deputados
16-11-2017 TRF2 julga hoje pedido de pris√£o de Picciani e mais 2 deputados
14-11-2017 MPF acusa Picciani de receber R$ 83 milh√Ķes
14-11-2017 Condenado e solto, Dirceu dança nas barbas da Justiça
12-11-2017 Políticos articulam projetos para barrar combate à corrupção
VEJA MAIS

18-11-2017 Deu "um branco"...
18-11-2017 Processo lento
18-11-2017 Juízes questionam no STF liberação de Picciani e mais dois
18-11-2017 Justiça do DF condena Renan Calheiros à perda do mandato
17-11-2017 Quase 27 milh√Ķes de pessoas est√£o sem trabalho no Pa√≠s

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152