Brasília, 14 de Novembro de 2018
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

POLÊMICA
STF adia julgamento da extradição de Battisti 24.10.2017
Divulgação
Battisti tentou fugir do Brasil
Brasília - O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta terça-feira (24) reautuar o processo do italiano Cesare Battisti como uma reclamação – a defesa de Battisti havia impetrado inicialmente um habeas corpus no STF para impedir a extradição. Com a decisão de Fux, o julgamento sobre Battisti foi adiado, sem previsão de ser retomado. 
 
“Verifiquei que, na verdade, muito embora o suposto paciente tenha impetrado um habeas corpus, o que se volta realmente aqui é o fato de que se pretende infirmar a extradição denegada àquela oportunidade pelo presidente da República e que foi objeto de uma impugnação judicial em que o STF por uma maioria expressiva entendeu que o presidente da República podia não entregar o extraditando”, disse Fux no início da sessão.
 
“O que eu verifico no caso é que realmente o que a parte se volta é contra a renovação do pedido de extradição tal como saiu. Então ele se volta contra essa pretensão de re-extraditá-lo. Estou retirando o processo, porque vou converter em reclamação. E vou instruir como reclamação e trarei para a Turma e aí então a Turma pode deliberar”, completou o ministro.
 
Em manifestação encaminhada na segunda-feira (23) ao STF, a Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu o direito do presidente Michel Temer de rever a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não extraditar Battisti.
 
Por decisão de Fux, uma eventual extradição não pode ocorrer enquanto não for julgado o mérito do habeas corpus. 
 
Na manifestação, a AGU argumentou que a extradição é “ato eminentemente político”. No começo deste mês, Battisti foi preso em Corumbá (MS), na fronteira com a Bolívia, acusado de evasão de divisas. Ele afirmou à Polícia Federal que ia pescar no país vizinho. O ministro da Justiça, Torquato Jardim, chegou a afirmar que houve “quebra de confiança” com o italiano.
 
Com agências


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

05-11-2018 Bolsonaro promete extraditar Battisti para It√°lia
24-10-2017 STF adia julgamento da extradição de Battisti
21-10-2017 Harmonia pelo avesso
11-10-2017 Temer decide pela extradição de Battisti à Itália
07-10-2017 Políticos italianos criticam libertação de Battisti
22-09-2016 STF nega habeas corpus a Cesare Battisti
VEJA MAIS

14-11-2018 Lula deixará cadeia para depor no processo do sítio de Atibaia
13-11-2018 Militares de volta à cena política
12-11-2018 Ministro do STJ manda soltar Joesley e mais 17
12-11-2018 Ex-ministro Joaquim Levy vai comandar o BNDES
12-11-2018 Lula ter√° que devolver R$ 20 milh√Ķes por candidatura barrada

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152