Brasília, 23 de Abril de 2018
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

REFORMA MINISTERIAL
Filha de Roberto Jefferson ser√° a nova ministra do Trabalho 03.01.2018
C√Ęmara dos Deputados
Cristiane Brasil, a nova ministra de Temer

 Brasília - O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, informou que a sua filha e deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) vai assumir o Ministério do Trabalho. Ele se reuniu nesta quarta-feira (3) com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu e disse que o nome de Cristiane Brasil "surgiu" durante a conversa e não foi uma indicação dele próprio.

A nomeação foi confirmada pelo Palácio do Planalto. Segundo nota à imprensa, a definição de Temer ocorreu após "indicação oficial feita pelo PTB".
 
"Eu vim discutir outros nomes, estávamos pensando em três outros deputados. Aí roda pra cá, roda pra lá. Então se falou: "Roberto, e a Cristiane? Por que não?" Aí foi da cabeça do presidente: "Ela é uma menina experimentada, foi secretária municipal em vários governos na cidade do Rio de Janeiro". Eu falei: "presidente, aí o senhor me surpreende, vou ter que consultar", afirmou Roberto Jefferson.
 
Segundo ele, após a consulta e a aceitação, Cristiane Brasil concordou em não disputar as eleições deste ano. "Ela ficará ministra até o final do governo de Temer", afirmou. Roberto Jefferson disse ainda que o líder do partido na Câmara, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), também concordou com a nomeação e disse que ela tem a "confiança" da bancada.
 
Durante entrevista a jornalistas em que anunciou o nome da filha para o cargo, Roberto Jefferson, que foi protagonista e o primeiro delator do mensalão há pouco mais de dez anos, se disse emocionado. "É um resgate da imagem, da família. Depois do que aconteceu, mas já passou. Fico satisfeito", afirmou, com a voz embargada.
 
O ministro que sai, Ronaldo Nogueira, deixou o ministério no último dia 27 para se candidatar a um cargo eletivo no pleito deste ano. Para concorrer a cargos eletivos a nível nacional, ministros de Estado precisam se afastar do cargo com seis meses de antecedência. Após o convite ao deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) não ter sido confirmado devido a resistências do PMDB do Maranhão, Roberto Jefferson disse que o "imbróglio acabou". "Não há conflito no PTB, há uma relação muito boa entre mim, os líderes no Senado e na Câmara. A bancada é unida", disse.
 
Após a reunião com Temer e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, Jefferson, em entrevista coletiva, confirmou a indicação e disse que o presidente aceitou . O ex-deputado chorou ao fazer o anúncio.
 
"Eu não indiquei  - a própria filha - surgiu o nome dela", disse o ex-deputado. Segundo Jefferson, consultado, o líder do PTB na Câmara, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), "anuiu".
 
De acordo com o presidente do PTB, a nomeação deve ser publicada na edição desta quinta (4) do "Diário Oficial da União", e a posse está prevista para a semana que vem.
 
Entre lágrimas e pausas dramáticas, Jefferson disse que a nomeação de sua filha é um "resgate" à sua imagem após o mensalão. O dirigente do partido foi o pivô do escândalo político e chegou a ser condenado e preso. 
 
"É o orgulho e uma emoção que me dá. É o resgate, sabe querida, é o resgate. Fico satisfeito", disse. 
 
Segundo ele, Temer consultou o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), e telefonou para a nova ministra para saber se eles aceitariam o convite. E teve resposta afirmativa de ambos. 
 
"Nós ligamos para o líder Jovair Arantes, que anuiu imediatamente com a indicação ao nome dela. Disse que terá a confiança da bancada do partido", afirmou. 
 
"O presidente Michel Temer definiu hoje que a deputada federal Cristiane Brasil será a nova ministra do Trabalho. O presidente recebeu na tarde desta quarta-feira a indicação oficial feita pelo PTB.", afirmou nota oficial. 
 
Jefferson apresentou na reunião os nomes dos deputados federais Sérgio Moraes (RS) e Pastor Josué (MA). Lembrou ainda o nome de sua filha, que também chegou a ser oferecido por ele para o Ministério da Cultura. 
 
Para ser ministra, Cristiane abriu mão de ser candidata no próximo ano. O pai disputará o posto de deputados federal por São Paulo. Segundo ele, é uma maneira de fazer o partido crescer no maior colégio eleitoral do país. 
 
Com agências


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

18-11-2017 Processo lento
14-11-2017 Reforma atingirá 17 ministérios, revela Jucá
13-11-2017 Bruno Ara√ļjo √© 1¬ļ tucano a deixar governo Temer
12-11-2017 Políticos articulam projetos para barrar combate à corrupção
07-11-2017 Governo admite não ter votos para reforma da Previdência
19-12-2016 Temer planeja reforma ap√≥s elei√ß√Ķes na C√Ęmara e Senado
VEJA MAIS

23-04-2018 Juiza barra romaria de visitas a Lula preso em Curitiba
23-04-2018 A fadiga democr√°tica
23-04-2018 Mercado prevê crescimento do PIB de 2,75% este ano
21-04-2018 O ativismo político do STF
21-04-2018 Val√©ria de Velasco, milit√Ęncia e ternura

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152