Brasília, 22 de Janeiro de 2019
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

LAVA JATO
Dodge defende prisão em 2ª instância contra "impunidade" 02.02.2018
Divulgação
Raquel: decisões judiciais devem ser cumpridas

Brasília - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu nesta quinta-feira (1º) a prisão após condenação em 2ª instância de Justiça. De acordo com a chefe do Ministério Público Federal (MPF), a possibilidade de prisão antes da chegada do caso aos tribunais superiores combate a sensação de impunidade.

"As decisões judiciais devem ser cumpridas. Os direitos, restaurados. E os culpados precisam pagar por seus erros. Só assim acaba a sensação de impunidade e se restabelece a confiança nas instituições", disse Dodge.

Dodge apontou que o momento atual do Brasil "não é de conforto", citando a realidade da violência urbana, da crise nas penitenciárias, da corrupção "ainda disseminada" e do sentimento de impunidade que toma a sociedade. "A experiência de uma realidade dolorosa para brasileiros reclama urgência de resultados e uma Justiça que não tarde", afirmou.

Raquel Dodge destacou que garantir a aplicação da lei penal é um dos objetivos do MPF. "O Ministério Público tem agido e pretende continuar a agir com o propósito de buscar resolutividade, para que a Justiça seja bem distribuída. Para que haja o cumprimento da sentença criminal após o duplo grau de jurisdição, que evita impunidade", afirmou.

Ministros do STF manifestaram, nos bastidores, o desejo de que a decisão tomada em 2016 pela Corte, que autorizou a prisão após o esgotamento dos recursos em 2ª instância seja revista. No entanto, o assunto não está na agenda de votações, e é um assunto já superado, de acordo com a ministra Cármen Lúcia, presidente do tribunal.

Com agências 



ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENTÃ?RIOS (0)  

Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

18-01-2019 Palocci diz que entregou propina em dinheiro a Lula
17-01-2019 Filho de Bolsonaro pede e Fux susta investigação de Queiroz
16-01-2019 Porandubas Políticas
31-12-2018 Começa a Era Bolsonaro
00-00-0000 MPF quer que Turma do STJ julgue recurso de Lula
26-12-2018 O legado de Michel
VEJA MAIS

21-01-2019 Mourão defende 35 anos de contribuição para militares
21-01-2019 Bolsonaro vai a Davos e Mourão é Presidente
21-01-2019 Mercado projeta inflação de 4% e PIB de 2,53% em 2019
21-01-2019 As tensões na agenda
19-01-2019 Coaf mostra 50 depósitos na conta de Flávio Bolsonaro

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152