Brasília, 13 de Dezembro de 2018
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

LAVA JATO
Lula passa a noite na pris√£o e petistas tentam invadir a PF 08.04.2018
Divulgação
PMs reagiram e impediram invas√£o

Brasília - A primeira noite do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cadeia em Curitiba foi tumultuada, por conta dos protestos dos seus apoiadores, que tentaram invadir o prédio da Polícia Federal e foram reprimidos. Depois de uma madrugada mal dormida, teve um discreto desjejum na cela da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba: café preto e pão com manteiga.

Neste domingo, ele terá um horário reservado para o banho de sol, com cerca de duas horas diárias, e está preocupado porque terá problemas para manter sua rotina diária de exercícios. A sala destinada a Lula fica no último andar do edifício e tem apenas 15 metros quadrados.

O ex-presidente chegou na noite de ontem à sede da PF, onde cumprirá a pena de 12 anos e 1 mês pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

Alguns apoiadores do ex-presidente dormiram perto do local. Na noite de ontem, houve confrontos entre a polícia e os manifestantes. O esquema de segurança na região foi reforçado na manhã deste domingo com cordões de isolamento e bloqueios em algumas ruas próximas ao prédio da Polícia Federal.

A Polícia Militar bloqueou um quarteirão ao redor do prédio para evitar tumultos. Lula se entregou, em São Bernardo, 26 horas após o final do prazo dado pelo juiz Sérgio Moro.

Na noite de sábado, nove pessoas ficaram feridas, quando apoiadores do petista tentaram entrar no prédio e agentes da PF reagiram com bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha. A confusão teve início no momento em que o helicóptero, que levava o ex-presidente, pousou no heliponto da PF.

Houve explosão de duas bombas onde estavam os manifestantes e, segundo o tenente-coronel Mário Henrique do Carmo, a PF reagiu com gás lacrimogêneo. Manifestantes atiraram, em seguida, paus e pedras. Um policial militar foi atingido. Os oito manifestantes feridos foram encaminhados a hospitais próximos à superintendência.

No mesmo prédio da PF estão o também ex-ministro Antonio Palocci e o empreiteiro e sócio da OAS, Aldemário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro.

Com agências 



ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

11-12-2018 Meirelles aceita ser secretário de Dória
11-12-2018 O supremo desgaste da Suprema Corte
06-12-2018 Palocci diz que Lula renovou MP por propina para filho
05-12-2018 PF apura esquema de propina de US$ 31 milh√Ķes na Petrobras
04-12-2018 Com 2 votos contra Lula, Gilmar vista suspende julgamento
03-12-2018 O nosso habitat ideológico
VEJA MAIS

12-12-2018 Porandubas Políticas
12-12-2018 Comiss√£o da C√Ęmara aprova fim do foro privilegiado
12-12-2018 Governadores eleitos discutem segurança
12-12-2018 Caciques tucanos perdem paciência e querem Aécio fora
11-12-2018 Meirelles aceita ser secretário de Dória

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152