Brasília, 22 de Setembro de 2018
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

ELEI√á√ēES 2018
Pesquisa traz Bolsonaro com 23% e Marina com 12% 24.08.2018
Pesquisa também mostra crescimento de Bolsonaro no segundo turno

São Paulo -- A nova pesquisa Ipespe, divulgada a clientes da corretora XP Investimentos nessa sexta-feira (24) mostrou uma repetição dos cenários registrados ao longo desta semana, com o deputado Jair Bolsonaro (PSL) e a ex-senadora Marina Silva (Rede) ocupando as primeiras posições nas simulações que desconsideram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), inelegível pela Lei da Ficha Limpa, como candidato. Bolsonaro registrou 23% das intenções de voto, enquanto Marina apareceu com 12%.

Com uma margem de erro de 3,2 pontos percentuais, para mais ou para menos –, aparecem tecnicamente empatados com Marina pela segunda posição os candidatos Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) com 8%, Fernando Haddad (PT), com 6%, e Alvaro Dias (Podemos), com 5% das intenções de voto. João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) apareceram com 2%, Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL) e João Goulart Filho (PPL) registraram 1%. Vera Lúcia (PSTU) e José Maria Eymael (DC) não alcançaram 1%.

Depois de apresentar essa simulação, a XP/Ipespe propõe outra, em que o ex-prefeito aparece como “Fernando Haddad apoiado por Lula”. Nesse cenário, ele passa de 6% para 13% e supera os demais empatados pela segunda posição. Nesse cenário, com um direcionamento maior dos eleitores do ex-presidente, os candidatos que mais caem são Bolsonaro (de 23% para 20%) e Marina (de 12% para 9%), ambos, portanto, com oscilação de três pontos percentuais.

Apesar disso, a pesquisa também registra uma queda no índice de eleitores de Lula que migrariam para Haddad. Antes, eram 44% dos apoiadores do ex-presidente. Nesta semana, são 32%, sem nenhum relevante fato novo que possa explicar a oscilação, ocorrida depois de um período de alta no levantamento anterior. Em contrapartida, cresceu o índice daqueles que passariam a votar nulo (de 25% para 36%).

Em outra particularidade desta pesquisa, feita por telefone, Jair Bolsonaro se sairia melhor no segundo turno do que o registrado no Datafolha, quando ele só se daria melhor contra Fernando Haddad. Nos resultados, ele só perderia fora da margem de erro em um embate contra o ex-presidente Lula, por 45% a 33%.

Ele aparece na frente nos confronto contra o ex-prefeito (38% a 32%) e Geraldo Alckmin (34% a 33%), equivalente a Ciro Gomes (ambos com 32%) e derrotado dentro da margem por Marina (37% a 33%). No caso de uma disputa entre Alckmin e Ciro, melhor para o tucano (33% a 28%), mas também dentro da oscilação possível prevista.

Com agências



ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

VEJA MAIS

22-09-2018 A polarização com falsos polos
22-09-2018 Advers√°rios forjaram Bolsonaro
22-09-2018 Clinton recomenda calma a brasileiros na hora de votar
21-09-2018 Pesquisa Ipespe-XP: Bolsonaro com 27% e Haddad com 17%
21-09-2018 Olho no vice

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152