Brasília, 13 de Dezembro de 2018
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

ELEI√á√ēES 2018
Bolsonaro cresce entre mais pobres e no Nordeste 02.10.2018
Divulgação
Bolsonaro cresce em todos os segmentos

Brasília - O crescimento do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, na última pesquisa do instituto Ibope foi impulsionado por uma melhora significativa nos grupos em que a candidatura do capitão da reserva apresenta mais dificuldade.

As intenções de voto em Bolsonaro cresceram entre negros, mulheres, mais pobres e eleitores do Nordeste do país, segundo o instituto. Entre o público geral, o candidato passou de 27% para 31% das intenções de voto. Seu principal rival, Fernando Haddad (PT), se manteve com 21%.

De acordo com os números, a vantagem de Haddad entre o eleitorado feminino foi revertida, apesar dos dois candidatos seguirem em empate técnico. Antes, Haddad tinha 21% e Bolsonaro, 18%. Agora, o presidenciável do PSL tem 24% de intenção de voto das mulheres e Haddad, 20%.
 
A situação é semelhante entre os eleitores negros. Apesar de o empate permanecer, a vantagem numérica do presidenciável do PSL se intensificou. Ele tinha 25% e agora 28%. O petista ficou estável em 24%.
 
No Nordeste e entre os eleitores com renda de até um salário mínimo, Haddad segue em primeiro, mas o petista viu reduzir consideravelmente sua vantagem. Entre os que declararam se encaixar na mais baixa faixa de renda, o ex-prefeito oscilou de 28% para 26%, enquanto o militar saltou de 13% para 19%. Já no Nordeste, Haddad subiu de 30% para 35%, mas Bolsonaro também cresceu: de 15% para 21%. O candidato do PSL ultrapassou Ciro Gomes (PDT) na região pela primeira vez. O pedetista tem 15% entre os eleitores nordestinos.
 
A vantagem do deputado também se intensificou entre os segmentos onde ele já tinha vantagem. Entre os mais ricos, a diferença para Haddad passou de 22 (40% a 18%) para 29 pontos percentuais (46% a 17%). No Sudeste, de 13 (29% a 16%) para 22 (35% a 13%), no Sul, de 21 (36% a 15%) para 26 (39% a 13%) e entre os evangélicos, de 17 (34% a 17%) para 25 (40% a 15%).
 
Encomendada pelo jornal O Estado de S.Paulo e a TV Globo, a nova pesquisa Ibope ouviu 3.010 eleitores em 208 municípios brasileiros entre os dias 29 e 30 de setembro. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08650/2018. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.
 
Com agências


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

VEJA MAIS

13-12-2018 C√Ęmara Legislativa vota or√ßamento de R$ 42 bilh√Ķes
13-12-2018 PF faz buscas no Ministério do Trabalho para apurar desvios
12-12-2018 Porandubas Políticas
12-12-2018 Comiss√£o da C√Ęmara aprova fim do foro privilegiado
12-12-2018 Caciques tucanos perdem paciência e querem Aécio fora

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152