Brasília, 14 de Novembro de 2018
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

NOVO GOVERNO
Parlamentares formar√£o bloco de apoio a Moro no Congresso 06.11.2018
Divulgação
Moro ganha aliados no Congresso

Brasília - Parlamentares começam a se articular para a criação de uma frente no Congresso em apoio ao pacote anticorrupção que o juiz Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça, pretende implementar como marca da gestão dele no próximo governo.

A ideia do grupo — formado por deputados e senadores que se elegeram com a bandeira do combate aos crimes de colarinho branco, especialmente a corrupção — é se tornar base de sustentação das medidas que Moro propuser ao Legislativo.

A proposta, que tem o aval da oposição, visa fazer com que o assunto não seja visto como ato exclusivo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), mas de toda a sociedade.

O pacote de Moro foi inspirado no livro Novas medidas contra a corrupção, da Fundação Getulio Vargas (FGV), dividido em 12 áreas de atuação, com a proposta de 70 iniciativas. Uma das principais é o fato de haver propostas de caráter preventivo.

Outra, segundo um dos parlamentares que participa da frente, é a volta de um assunto polêmico: a prisão a partir de condenação em segunda instância. O mecanismo foi usado para pôr na cadeia empresários e políticos, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Esse é o tema mais explosivo, com certeza, mas terá de ser analisado pelo Ministério da Justiça”, detalha um aliado do juiz.

O Supremo Tribunal Federal (STF) discutiu o tema em 2016. Sabendo que alguns ministros mudaram de opinião, advogados de Lula tentaram retomar o tema na Corte, sem sucesso. Uma mudança na jurisprudência poderia ser prejudicial à Lava Jato, segundo procuradores da força-tarefa.

Como Moro disse que aceitou o cargo de ministro para evitar retrocessos na operação, o assunto deve ser retomado na gestão dele. Parlamentares que apoiam Moro pretendem manter contato com a coordenação da Lava Jato em Curitiba.

Com agências e Correio Braziliense 



ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENT√?RIOS (0)  

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

08-11-2018 Porandubas Políticas
05-11-2018 O cacoete do velho PT
05-11-2018 A hora de acontecer
02-11-2018 Moro vai assumir Justiça com poderes ampliados
31-10-2018 Porandubas Políticas
30-10-2018 Bolsonaro quer reduzir para 15 os ministérios
VEJA MAIS

14-11-2018 PGR investiga se Onyx recebeu R$ 100 mil em 2012
14-11-2018 Lula deixará cadeia para depor no processo do sítio de Atibaia
13-11-2018 Militares de volta à cena política
12-11-2018 Ministro do STJ manda soltar Joesley e mais 17
12-11-2018 Ex-ministro Joaquim Levy vai comandar o BNDES

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152