Brasília, 15 de Julho de 2019
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

Aprovação a Bolsonaro sobe, aponta pesquisa da Ipsos 06.12.2018

São Paulo -- Após o fim do segundo turno, a avaliação positiva à atuação do presidente eleito, Jair Bolsonaro, cresceu 17 pontos percentuais. No Barômetro Político Estadão-Ipsos, realizado em outubro, Bolsonaro era aprovado por 44% dos entrevistados. Na última edição, com entrevistas coletadas em novembro, o porcentual subiu para 61%. A desaprovação caiu de 52% para 30% no mesmo período.

 
Quem também passou a ser mais aprovado é Sérgio Moro. O ex-juiz federal aceitou o cargo de ministro da Justiça no governo Bolsonaro. De outubro para novembro, a avaliação positiva de Moro cresceu de 42% para 59%. No mesmo período, a desaprovação ao ex-juiz federal da lava Jato caiu de 44% para 31%.
 
“A melhora da imagem do presidente eleito e do agora Ministro Sergio Moro se dá pela natural retomada de otimismo com o resultado das eleições e pela nomeação do próprio Moro, ícone da agenda anticorrupção tão verbalizada por Bolsonaro e um dos fatores decisivos nas últimas eleições”, diz Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs.
 
Com o fim da corrida presidencial, a aprovação a Fernando Haddad (PT), que era de 40% no mês da eleição, caiu para 31%. A desaprovação à atuação do ex-prefeito de São Paulo subiu de 55% para 62% de outubro para novembro. A avaliação a outros políticos tradicionais que foram candidatos à presidência no último pleito também variou negativamente no mesmo período. A desaprovação a Ciro Gomes foi de 62% para 65%; Geraldo Alckmin, de 70% para 74%; Marina Silva, de 73% para 74%. 
 
Nomes novos em disputas política viram seus índices de aprovação aumentar após o fim das eleições. De outubro para novembro, a desaprovação a Guilherme Boulos caiu de 56% para 52%; Cabo Daciolo, de 56% a 46%, e João Amoedo, de 53% para 42%.
 
A Ipsos entrevistou 1.200 pessoas de 3 a 14 de novembro de 2018 em 72 cidades brasileiras das cinco regiões do país. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.
 


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENTÃ?RIOS (0)  

Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

15-07-2019 Senador quer veto ao nepotismo expresso na Constituição
15-07-2019 Número de endividados cresce 9% em 2019
15-07-2019 Varejo perde fôlego e crescerá apenas 1,1% em 2019
15-07-2019 Perdas no varejo aumenta 7% em 2018
15-07-2019 Mourão condena a fragmentação partidária no Congresso
15-07-2019 BC constata aumento no índice de atividade econômica
VEJA MAIS

15-07-2019 Senador quer veto ao nepotismo expresso na Constituição
15-07-2019 Número de endividados cresce 9% em 2019
15-07-2019 Varejo perde fôlego e crescerá apenas 1,1% em 2019
15-07-2019 Perdas no varejo aumenta 7% em 2018
15-07-2019 Mourão condena a fragmentação partidária no Congresso

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152