Brasília, 23 de Janeiro de 2019
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

ELEIÇÕES
Sem o PT, oposição forma bloco para eleição da Câmara 10.01.2019
Maia já tem apoio formal de 12 partidos

Brasília --  Os líderes na Câmara das bancadas de PSB, PDT e PCdoB se reuniram na manhã desta quinta-feira (10) com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para negociar um eventual apoio das três legendas de oposição à tentativa de reeleição do parlamentar do Rio de Janeiro. Aliados históricos do PT, os três partidos pretendem tomar uma decisão sem influência dos petistas, donos da futura maior bancada da Câmara.

 
O líder do PSB, deputado Tadeu Alencar (PE), afirmou ao G1 que articula com PDT e PCdoB a formação de um bloco de oposição na Câmara, que deixaria o PT de fora. As três siglas oposicionistas, destacou Alencar, pretendem definir em conjunto quem irão apoiar na eleição interna da casa legislativa.
 
Além de Tadeu Alencar, também participaram da reunião desta quinta com o presidente da Câmara os deputados André Figueiredo (CE), líder do PDT, e Orlando Silva (SP), líder do PCdoB.
 
Alencar disse que PSB, PDT e PCdoB só devem decidir e anunciar qual será o candidato que irão apoiar na eleição pela presidência da Câmara no meio da semana que vem. Até lá, destacou o deputado pernambucano, os três partidos vão se reunir internamente com as suas bancadas para decidir que caminho tomarão.
 
O encontro de Maia com o bloco de oposição se deu após as declarações da presidente do PT, deputada eleita Gleisi Hoffmann (PR), de que o atual presidente da Câmara não terá os votos dos deputados do partido em razão de ter fechado um acordo com o PSL de Jair Bolsonaro, que será dono da segunda maior bancada da Casa a partir de fevereiro.
 
Uma ala petista defendia uma aproximação com Maia, mas recuou depois que ele costurou esse acordo com o PSL, oferecendo cargos na Mesa Diretora e o comando da Comissão de Constituição e Justiça, a mais prestigiada e disputada da Casa.
 
De olho na eleição de 1º de fevereiro, que definirá quem comandará a Câmara pelos próximos dois anos, Rodrigo Maia tem feito intensas articulações para se manter no cargo: 12 siglas já oficializaram apoio a candidatura dele para a presidência da Casa.
 
Portal G1


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENTÃ?RIOS (0)  

Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

22-01-2019 Atuação ilegal do Coaf no caso Flávio Bolsonaro e o vazamento de dados sigilosos
22-01-2019 Bolsonaro quer harmonia entre desenvolvimento e preservação
21-01-2019 Mourão defende 35 anos de contribuição para militares
21-01-2019 Mercado projeta inflação de 4% e PIB de 2,53% em 2019
21-01-2019 As tensões na agenda
19-01-2019 Coaf mostra 50 depósitos na conta de Flávio Bolsonaro
VEJA MAIS

22-01-2019 Atuação ilegal do Coaf no caso Flávio Bolsonaro e o vazamento de dados sigilosos
22-01-2019 Bolsonaro quer harmonia entre desenvolvimento e preservação
21-01-2019 Mourão defende 35 anos de contribuição para militares
21-01-2019 Mercado projeta inflação de 4% e PIB de 2,53% em 2019
21-01-2019 As tensões na agenda

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152