Brasília, 05 de Dezembro de 2019
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

LAVA JATO
Temer é transferido para prisão no quartel da PM paulista 13.05.2019

Brasília - A juíza Caroline Figueiredo, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio, autorizou nesta segunda (13) a transferência do ex-presidente Michel Temer para uma sala de Estado Maior do Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar de São Paulo.

A Polícia Federal levou Michel Temer para o Comando de Policiamento de Choque, no bairro da Luz, região central de São Paulo, na tarde desta segunda. O emedebista fará exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal, antes de ser encaminhado à Sala de Estado Maior na PM.

Temer está preso desde quinta (9) na sede da Polícia Federal, no bairro da Lapa, mas sua defesa vinha insistindo na transferência sob alegação que é um direito constitucional do ex-presidente. A juíza determinou que a condução de Temer deve ser feita pela Polícia Federal e chama atenção para o uso de algemas.

O ex-presidente pode ser transferido a qualquer momento. Ele foi preso por ordem do Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF-2). Na quarta, 8, por dois votos a um, a Corte cassou liminar do desembargador Ivan Athié e acolheu recurso do Ministério Público Federal restabelecendo decreto de prisão preventiva do emedebista e também de seu antigo aliado, o coronel reformado da PM paulista João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, que está no Presídio Militar Romão Gomes, zona Norte da capital.

Temer é acusado de liderar organização criminosa que teria agido durante 30 anos e desviado R$ 1,8 billhão em contratos do setor público – crimes que ele nega enfaticamente.

Coronel Lima seria seu ‘operador financeiro’, sustenta a força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio. Na sede da PF em São Paulo, onde se apresentou na tarde de quinta, Temer ocupou inicialmente uma sala de reuniões sem banheiro no 9.º andar, próximo ao gabinete do superintendente regional da corporação.

Na sexta (10), o ex-presidente passou para uma sala no 10º andar. Sua rotina na prisão compreende leitura dos jornais do dia e livros que levou na bagagem quando se entregou.

A expectativa de Temer se concentra agora na sessão desta terça (14), da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça, que vai julgar seu pedido de habeas corpus. O criminalista Eduardo Carnelós, defensor do emedebista, sustenta que a prisão "é injusta e cruel". 



ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENTÃ?RIOS (0)  

Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

05-12-2019 Porandubas Políticas
05-12-2019 Senado aprova projeto de Previdência dos militares
05-12-2019 Câmara desidrata e aprova o pacote anticrime de Moro
04-12-2019 Prisão em 2ª instância já está na pauta da CCJ do Senado
04-12-2019 Bolsonaro diz que extinção de municípios depende do Parlamento
04-12-2019 Congresso nega recriação da propaganda partidária
VEJA MAIS

05-12-2019 Porandubas Políticas
05-12-2019 Senado aprova projeto de Previdência dos militares
05-12-2019 Câmara desidrata e aprova o pacote anticrime de Moro
04-12-2019 Prisão em 2ª instância já está na pauta da CCJ do Senado
04-12-2019 Bolsonaro diz que extinção de municípios depende do Parlamento

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152