Brasília, 05 de Dezembro de 2019
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas

Anuncie Aqui

PRÉ-SAL
Partilha do pré-sal deve ser por Projeto de Lei 08.10.2019
Agência Brasil

 Brasília – Para acabar com o impasse entre deputados e senadores em torno da partilha dos recursos do leilão do pré-sal, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não descartou que a divisão dos recursos do leilão do pré-sal, prevista na PEC 152/19, seja feita por meio de um projeto de lei. Não obstante, Maia disse que discorda totalmente da ideia de que se busque a solução através de uma Medida Provisória.

 
Há disputa entre governadores sobre a divisão dos recursos, já que o critério utilizado na PEC leva em conta o Fundo de Participação dos Estados (FPE), que privilegia as regiões Norte e Nordeste. O impasse está travando a votação do segundo turno da Reforma da Previdência no Senado Federal.
 
Maia disse que vai conversar com líderes partidários e com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, na busca de um acordo. Um projeto de lei tem tramitação mais acelerada que uma proposta de emenda à Constituição, o que resolveria de maneira mais rápida a disputa entre os estados sobre os recursos. A divisão dos recursos do pré-sal também poderá destravar a análise da reforma da Previdência (PEC 6/19) no Senado.
 
“Esse encaminhamento [via projeto de lei] é possível. O que eu discordo é que se faça [a divisão dos recursos] por medida provisória. Qualquer outra construção que respeite o Parlamento terá o acordo dos líderes e da Presidência da Câmara”, disse Maia.
 
Apoio à proposta
 
Rodrigo Maia destacou que a proposta precisa ter apoio das duas Casas (Câmara e Senado) e tem de atender os interesses de estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, não contemplados com a divisão dos 15% dos recursos pelo Fundo de Participação dos Estados.
 
“No Senado, o Norte e o Nordeste têm maioria. Na Câmara, o Sul, o Sudeste e o Centro-Oeste têm maioria. Se não construir um acordo, as coisas não vão caminhar”, disse o presidente da Câmara.
 
Maia avaliou que o apoio das três regiões não contempladas pelo FPE, que reivindicam recursos para compensar as perdas com desonerações de exportações previstas na Lei Kandir, é fundamental para o equilíbrio na divisão dos recursos.
Com Agência Câmara
 


ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER
COMENTE ESTE ARTIGO   LEIA COMENTÃ?RIOS (0)  

Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal Voltar a Página Principal
CONTEÚDO RELACIONADO

05-12-2019 Porandubas Políticas
05-12-2019 Senado aprova projeto de Previdência dos militares
05-12-2019 Câmara desidrata e aprova o pacote anticrime de Moro
04-12-2019 Prisão em 2ª instância já está na pauta da CCJ do Senado
04-12-2019 Bolsonaro diz que extinção de municípios depende do Parlamento
04-12-2019 Congresso nega recriação da propaganda partidária
VEJA MAIS

05-12-2019 Porandubas Políticas
05-12-2019 Senado aprova projeto de Previdência dos militares
05-12-2019 Câmara desidrata e aprova o pacote anticrime de Moro
04-12-2019 Prisão em 2ª instância já está na pauta da CCJ do Senado
04-12-2019 Bolsonaro diz que extinção de municípios depende do Parlamento

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152