Brasília, 07 de Julho de 2020
Página inicial
Quem somos
Contato
Cadastre-se
Anuncie aqui
Notíias | Entrevistas | Notas | Artigos | Enquete | TV Câmara | TV Senado | Agendas
1

Anuncie Aqui

Wassef diz a Veja que Queiroz estava jurado de morte 27.06.2020

 São Paulo - Em entrevista à revista "Veja", o ex-advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, apresentou outra versão para justificar ter escondido Fabrício Queiroz em sua casa, em Atibaia. Depois de mentir várias vezes, em entrevistas à TV Globo e ao portal UOL, sobre não ter conhecimento do paradeiro do ex-assessor de Flávio Bolsonaro e de tê-lo abrigado em Atibaia, Wassef admitiu à Veja que escondeu Queiroz porque ele estaria jurado de morte por “forças ocultas”, sem revelar que forças seriam essas. E que ele tinha convicção de que esse suposto assassinato teria como objetivo colocar a culpa no presidente Bolsonaro.

 
Wassef também mudou a versão sobre a hospedagem que deu a Queiroz: agora disse à Veja que sabia que Queiroz ficou em sua casa em Atibaia em vários períodos, sem precisar datas. Mas que fez tudo sozinho e nunca contou nada para a família Bolsonaro.
 
Apesar de a investigação ter sido conduzida pela justiça e pelo Ministério Público do Rio, o ex-advogado da família Bolsonaro disse que a prisão de Queiroz em sua casa foi uma conspiração dos governadores do Rio, Wilson Witzel, e de São Paulo, João Doria, adversários políticos do presidente.
 
Com Portal G1

ABC POLITIKO - LINHA DIRETA COM O PODER

Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal Voltar a P√°gina Principal
VEJA MAIS

07.07.2020 C√Ęmara aprova MP que muda calend√°rio de escolas e universidades
07.07.2020 Mercado financeiro aposta em retração do PIB de 6,5%
06.07.2020 Bolsonaro sanciona MP para suspens√£o de contrato de trabalho
06.07.2020 Valor da cesta b√°sica cai em 10 das 17 capitais
06.07.2020 Depois do tombo, ind√ļstria aumenta faturamento em 11,4%

VEJA TODOS

SRTVN Quadra 701 Bloco B Sala 826 - Centro Empresarial Norte | Brasília - DF | CEP 70710-200 | Fone: (61) 3328-2991 | Fax: (61) 3328-2152